Kennedy diz que oportunismo de Huck não tem limite: votou em Bolsonaro e homenageia Herzog

"Votou no defensor de torturador e da ditadura e vem tentar associar imagem a Herzog. Feio. Herzog não merece isso", disse o jornalista Kennedy Alencar ao tecer críticas ao apresentador Luciano Huck

Kennedy Alencar, Luciano Huck e Vladimir Herzog
Kennedy Alencar, Luciano Huck e Vladimir Herzog (Foto: Brasil 247 | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Kennedy Alencar criticou Luciano Huck após o apresentador prestar uma homenagem a Vladimir Herzog, morto nos anos 70, durante a Ditadura Militar (1964-1985). 

"Oportunismo tem limite. Votou no defensor de torturador e da ditadura e vem tentar associar imagem a Herzog. Feio. Herzog não merece isso. Faça uma autocrítica antes. Questão de honestidade intelectual", escreveu o jornalista no Twitter.

Defensor da ditadura, Jair Bolsonaro já tentou descartar a hipótese de assassinato contra o jornalista Vladimir Herzog. "Alguns inocentes acabaram tendo um fim que não mereciam, no meu entender. O caso Vladimir Herzog, muitos falam que ele praticou o suicídio", disse ele antes da eleição de 2018.



 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247