Kennedy: Geddel tem instabilidade emocional e é forte candidato a delatar

Jornalista Kennedy Alencar afirmou que o ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso pela Polícia Federal nessa sexta-feira, 8, é um candidato potencial a delator, o que pode comprometer ainda mais a situação de Michel Temer; "Será difícil justificar a origem e o motivo de ter uma montanha de dinheiro, mais de R$ 51 milhões de reais, no apartamento de um amigo em Salvador. Como obteve esse dinheiro? Era uma fortuna pessoal ou uma reserva para ser dividida com outras pessoas? Geddel foi um integrante poderoso do governo e figura importante da cúpula do PMDB da Câmara durante anos. Se abrir a boca, pode causar dano a muitos políticos", diz Kennedy

Jornalista Kennedy Alencar afirmou que o ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso pela Polícia Federal nessa sexta-feira, 8, é um candidato potencial a delator, o que pode comprometer ainda mais a situação de Michel Temer; "Será difícil justificar a origem e o motivo de ter uma montanha de dinheiro, mais de R$ 51 milhões de reais, no apartamento de um amigo em Salvador. Como obteve esse dinheiro? Era uma fortuna pessoal ou uma reserva para ser dividida com outras pessoas? Geddel foi um integrante poderoso do governo e figura importante da cúpula do PMDB da Câmara durante anos. Se abrir a boca, pode causar dano a muitos políticos", diz Kennedy
Jornalista Kennedy Alencar afirmou que o ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso pela Polícia Federal nessa sexta-feira, 8, é um candidato potencial a delator, o que pode comprometer ainda mais a situação de Michel Temer; "Será difícil justificar a origem e o motivo de ter uma montanha de dinheiro, mais de R$ 51 milhões de reais, no apartamento de um amigo em Salvador. Como obteve esse dinheiro? Era uma fortuna pessoal ou uma reserva para ser dividida com outras pessoas? Geddel foi um integrante poderoso do governo e figura importante da cúpula do PMDB da Câmara durante anos. Se abrir a boca, pode causar dano a muitos políticos", diz Kennedy (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Kennedy Alencar afirmou que o ex-ministro Geddel Vieira Lima, parceiro de Michel Temer na arrecadação e distribuição de propinas no PMDB e que foi preso pela Polícia Federal nessa sexta-feira, 8, é um candidato potencial a delator, o que pode comprometer ainda mais a situação de Michel Temer. 

Leia um trecho da análise:

"Segundo integrantes do governo, Geddel tem dado demonstrações de instabilidade emocional enquanto vem cumprindo prisão domiciliar. Preso preventivamente, ele será mais um candidato a fazer colaboração premiada. Isso pode trazer mais problemas para a cúpula peemedebista.

Será difícil justificar a origem e o motivo de ter uma montanha de dinheiro, mais de R$ 51 milhões de reais, no apartamento de um amigo em Salvador. Como obteve esse dinheiro? Era uma fortuna pessoal ou uma reserva para ser dividida com outras pessoas?

Geddel foi um integrante poderoso do governo e figura importante da cúpula do PMDB da Câmara durante anos. Se abrir a boca, pode causar dano a muitos políticos."

Leia o texto na íntegra no Blog do Kennedy

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247