Kennedy: mudança de metas evidencia fracasso de Meirelles

Jornalista Kennedy Alencar afirmou nesta segunda-feira, 14, que a mudança da meta fiscal para este ano, de um déficit de R$ 139 bilhões para provavelmente um rombo de R$ 159 bilhões, deixa claro que a equipe econômica de Michel Temer, comandada pelo ministro Henrique Meirelles, fracassou; "Houve, na prática, uma expansão fiscal desde o ano passado.Ou seja, houve aumento de gastos, com concessões à elite do funcionalismo e aos lobbies empresariais mais fortes. O governo está aumentando o nível de despesas para evitar que falte dinheiro para o custeio da máquina pública e uma paralisação de serviços essenciais. Programas sociais já têm sentido fortemente o peso da tesoura dessa equipe econômica", diz o jornalista

Jornalista Kennedy Alencar afirmou nesta segunda-feira, 14, que a mudança da meta fiscal para este ano, de um déficit de R$ 139 bilhões para provavelmente um rombo de R$ 159 bilhões, deixa claro que a equipe econômica de Michel Temer, comandada pelo ministro Henrique Meirelles, fracassou; "Houve, na prática, uma expansão fiscal desde o ano passado.Ou seja, houve aumento de gastos, com concessões à elite do funcionalismo e aos lobbies empresariais mais fortes. O governo está aumentando o nível de despesas para evitar que falte dinheiro para o custeio da máquina pública e uma paralisação de serviços essenciais. Programas sociais já têm sentido fortemente o peso da tesoura dessa equipe econômica", diz o jornalista
Jornalista Kennedy Alencar afirmou nesta segunda-feira, 14, que a mudança da meta fiscal para este ano, de um déficit de R$ 139 bilhões para provavelmente um rombo de R$ 159 bilhões, deixa claro que a equipe econômica de Michel Temer, comandada pelo ministro Henrique Meirelles, fracassou; "Houve, na prática, uma expansão fiscal desde o ano passado.Ou seja, houve aumento de gastos, com concessões à elite do funcionalismo e aos lobbies empresariais mais fortes. O governo está aumentando o nível de despesas para evitar que falte dinheiro para o custeio da máquina pública e uma paralisação de serviços essenciais. Programas sociais já têm sentido fortemente o peso da tesoura dessa equipe econômica", diz o jornalista (Foto: Aquiles Lins)

247 - O jornalista Kennedy Alencar afirmou nesta segunda-feira, 14, que a mudança da meta fiscal para este ano, de um déficit de R$ 139 bilhões para provavelmente um rombo de R$ 159 bilhões, deixa claro que a equipe econômica de Michel Temer, comandada pelo ministro Henrique Meirelles, fracassou. 

"Há um arranhão na credibilidade da atual equipe econômica. Na prática, ela está adotando uma medida que criticou duramente no governo Dilma. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, assumiu dizendo que o novo time econômico trabalharia com metas realistas. Está havendo uma maquiagem fiscal semelhante às que ocorreram no governo Dilma", diz Kennedy.

Segundo o jornalista, a credibilidade de Meirelles não não foi totalmente destruída, porque o mercado gosta da atual equipe econômica e avalia que ela age com responsabilidade.

"Mas o ajuste fiscal proposto por Meirelles fracassou. Houve, na prática, uma expansão fiscal desde o ano passado.Ou seja, houve aumento de gastos, com concessões à elite do funcionalismo e aos lobbies empresariais mais fortes. O governo está aumentando o nível de despesas para evitar que falte dinheiro para o custeio da máquina pública e uma paralisação de serviços essenciais. Programas sociais já têm sentido fortemente o peso da tesoura dessa equipe econômica", diz o jornalista. 

Leia a análise na íntegra no Blog do Kennedy

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247