Kotscho: disputa política saiu dos tribunais para o confronto nas ruas

O jornalista Ricardo Kotscho expressou preocupação com os ataques fascistas à caravana do ex-presidente Lula na região Sul do País; "A disputa política saiu dos tribunais para o confronto nas ruas, sob os olhares cúmplices dos agentes de segurança encarregados de zelar pela integridade física dos caravaneiros do ex-presidente"

O jornalista Ricardo Kotscho expressou preocupação com os ataques fascistas à caravana do ex-presidente Lula na região Sul do País; "A disputa política saiu dos tribunais para o confronto nas ruas, sob os olhares cúmplices dos agentes de segurança encarregados de zelar pela integridade física dos caravaneiros do ex-presidente"
O jornalista Ricardo Kotscho expressou preocupação com os ataques fascistas à caravana do ex-presidente Lula na região Sul do País; "A disputa política saiu dos tribunais para o confronto nas ruas, sob os olhares cúmplices dos agentes de segurança encarregados de zelar pela integridade física dos caravaneiros do ex-presidente" (Foto: Aquiles Lins)

247 - O jornalista Ricardo Kotscho expressou preocupação com os ataques fascistas à caravana do ex-presidente Lula na região Sul do País. Kotscho comparou as caravanas realizadas por ela desde o ano passado com a que o petista realizou em 1994, da qual o jornalista participou como assessor de imprensa de Lula. 

"Se a Justiça demora a prender e impedir Lula de ser candidato, querem agora eliminá-lo fisicamente para manter o poder por mais 500 anos. A caravana de Lula chega hoje ao Paraná e só termina na quarta-feira, dia 28, justamente em Curitiba, onde fica o QG da Lava Jato de Sergio Moro, hoje o maior desafeto de Lula, o juiz que não vê a hora de mandá-lo para a cadeia", diz ele.

"Temo pelo que pode acontecer até lá. A disputa política saiu dos tribunais para o confronto nas ruas, sob os olhares cúmplices dos agentes de segurança encarregados de zelar pela integridade física dos caravaneiros do ex-presidente. No meio desse far-west tropical no Sul em pleno século 21, com o Rio ocupado pelas tropas do Exército, Michel Temer, rejeitado pela quase totalidade do eleitorado, teve a coragem de lançar sua candidatura à reeleição, acredite se quiser", avalia Kotscho. 

Leia o texto na íntegra no Balaio do Kotscho

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247