Kotscho vê novo ciclo, em que políticos são seus próprios marqueteiros

Jornalista compara Donald Trump, João Doria e Roberto Justus, que "se apresentam como gestores apolíticos", e questiona: "Foi-se o tempo dos Dudas e Santanas contratados a peso de ouro para embalar candidaturas?"

Jornalista compara Donald Trump, João Doria e Roberto Justus, que "se apresentam como gestores apolíticos", e questiona: "Foi-se o tempo dos Dudas e Santanas contratados a peso de ouro para embalar candidaturas?"
Jornalista compara Donald Trump, João Doria e Roberto Justus, que "se apresentam como gestores apolíticos", e questiona: "Foi-se o tempo dos Dudas e Santanas contratados a peso de ouro para embalar candidaturas?" (Foto: Gisele Federicce)

247 - O jornalista Ricardo Kotscho faz uma comparação entre Donaldo Trump, João Doria e Roberto Justus e prevê um possível "novo ciclo", que traz à tona "políticos apolíticos", marqueteiros de si mesmos.

"Serão apenas coincidências ou a expressão de um novo ciclo político em que os candidatos são seus próprios marqueteiros? Foi-se o tempo dos Dudas e Santanas contratados a peso de ouro para embalar candidaturas? Trata-se de um fenômeno passageiro ou pode significar o ocaso das velhas democracias representativas baseadas em partidos políticos e programas de governo?", pergunta.

Kotscho lembra de ações como a do prefeito de São Paulo, que se vestiu de gari no primeiro dia do mandato e pelo jeito o fará uma vez por semana. "Ainda não se sabe o que Trump fará logo depois da posse, mas já dá para imaginar pelos tiros para todo lado que ele tem disparado no twitter", observa.

Leia aqui a íntegra.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247