Luis Nassif ao 247: a mídia brasileira é responsável pelo golpe

Um dos principais nomes da imprensa brasileira, o jornalista Luis Nassif avalia que a mídia brasileira é diretamente responsável pelo golpe de 2016; "a chamada grande mídia foi a principal propagadora de fake news e também incitou esse ambiente irracional de ódio no País", afirma; segundo ele, o "jornalismo de esgoto", criado pela revista Veja para destruir reputações e atacar os governos do ex-presidente Lula, se tornou um padrão no País e contribui para a destruição da democracia brasileira; em artigos recentes, Nassif tem feito chamados aos empresários e aos setores nacionalistas da sociedade para que reajam em relação ao desmonte do País que vem sendo promovido por Michel Temer; confira a íntegra

Um dos principais nomes da imprensa brasileira, o jornalista Luis Nassif avalia que a mídia brasileira é diretamente responsável pelo golpe de 2016; "a chamada grande mídia foi a principal propagadora de fake news e também incitou esse ambiente irracional de ódio no País", afirma; segundo ele, o "jornalismo de esgoto", criado pela revista Veja para destruir reputações e atacar os governos do ex-presidente Lula, se tornou um padrão no País e contribui para a destruição da democracia brasileira; em artigos recentes, Nassif tem feito chamados aos empresários e aos setores nacionalistas da sociedade para que reajam em relação ao desmonte do País que vem sendo promovido por Michel Temer; confira a íntegra
Um dos principais nomes da imprensa brasileira, o jornalista Luis Nassif avalia que a mídia brasileira é diretamente responsável pelo golpe de 2016; "a chamada grande mídia foi a principal propagadora de fake news e também incitou esse ambiente irracional de ódio no País", afirma; segundo ele, o "jornalismo de esgoto", criado pela revista Veja para destruir reputações e atacar os governos do ex-presidente Lula, se tornou um padrão no País e contribui para a destruição da democracia brasileira; em artigos recentes, Nassif tem feito chamados aos empresários e aos setores nacionalistas da sociedade para que reajam em relação ao desmonte do País que vem sendo promovido por Michel Temer; confira a íntegra (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Um dos nomes mais respeitados da imprensa nacional, o jornalista Luis Nassif, hoje editor do jornal GGN, atribui à mídia brasileira a responsabilidade pelo golpe de 2016.

"A chamada grande mídia foi a principal propagadora de fake news e também incitou esse ambiente irracional de ódio no País", afirma. Segundo ele, o "jornalismo de esgoto", criado pela revista Veja para destruir reputações e atacar os governos do ex-presidente Lula, se tornou um padrão no País e contribuiu para a destruição da democracia brasileira.

Se isso não bastasse, ele também critica a superficialidade do jornalismo econômico. "O Brasil tem uma mídia superficial e ignorante", afirma. Um exemplo, diz Nassif, é avaliação dos meios de comunicação sobre a privatização da Eletrobrás, feita a partir apenas de movimentos nas bolsas de valores, sem levar em conta aspectos estratégicos para o País.

Em artigos recentes, Nassif tem feito chamados aos empresários e aos setores nacionalistas da sociedade para que reajam em relação ao desmonte do País que vem sendo promovido por Michel Temer.

Confira, abaixo, a íntegra da entrevista concedida aos jornalistas Leonardo Attuch e Leonardo Stoppa, da TV 247:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247