Luizianne Lins propõe homenagem a Joaquim de Carvalho na Câmara por documentário sobre a fakeada

Deputada do PT do Ceará apresenta requerimento de moção de congratulações ao jornalista investigativo pela produção do documentário 'Bolsonaro e Adélio uma fakeada no coração do Brasil': "contribuiu com a busca da verdade dos fatos e em defesa da liberdade de expressão"

Luizianne Lins e Joaquim de Carvalho
Luizianne Lins e Joaquim de Carvalho (Foto: Agência Câmara | Editora Brasil 247)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A deputada federal Luizianne Lins (PT-CE) protocolou na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (13) um requerimento de moção de congratulações ao jornalista investigativo Joaquim de Carvalho pelo documentário "Bolsonaro e Adélio - Uma fakeada no coração do Brasil", da TV 247, que já conta com quase 1,5 milhão de visualizações no YouTube.

Como justificativa, a deputada apresentou: "o papel do Jornalismo Investigativo é fundamental para restaurar a verdade dos fatos e levantar questionamentos de ações inconclusivas, desprovidas de formalidade e que deixaram dúvidas para a sociedade. O episódio em Juiz de Fora (MG), que pode ter decidido a eleição em 2018, tem muitas lacunas e uma versão oficial pouco convincente e sem conclusões. Na era da 'morte da verdade' o jornalista investigativo, Joaquim de Carvalho, contribuiu com esse documentário e continua sua contribuição diária, em busca da verdade dos fatos e em defesa da liberdade de expressão e da democracia".

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email