Maia e Aécio barraram Marun, diz Kennedy Alencar

Segundo o jornalista, foi Rodrigo Maia quem brecou a nomeação de Carlos Marun para o cargo de ministro da Secretaria de Governo do Planalto, e também Aécio Neves – no exercício de fato da presidência do PSDB - participou da decisão

Segundo o jornalista, foi Rodrigo Maia quem brecou a nomeação de Carlos Marun para o cargo de ministro da Secretaria de Governo do Planalto, e também Aécio Neves – no exercício de fato da presidência do PSDB - participou da decisão
Segundo o jornalista, foi Rodrigo Maia quem brecou a nomeação de Carlos Marun para o cargo de ministro da Secretaria de Governo do Planalto, e também Aécio Neves – no exercício de fato da presidência do PSDB - participou da decisão (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Fernando Brito, no TijolaçoComo se disse ontem, aqui, foi Rodrigo Maia quem brecou a nomeação de Carlos Marun para o cargo de ministro da Secretaria de Governo do Planalto, registra Kennedy Alencar, acrescentando que também Aécio Neves – no exercício de fato da presidência do PSDB -participou da decisão de "desnomear" o brucutu.

(...)houve reações duras do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do senador Aécio Neves (PSDB-MG). Os dois são aliados importantes de Temer e barraram a nomeação de Marun, que havia se reunido com Temer e acertado que não disputaria a reeleição em 2018 a fim de ficar no posto até o fim do governo.

O número de deputados presentes ontem ao regabofe previdenciário no Planalto – em torno de 150, na maioria dos relatos – mostra que está longe a possibilidade de que o rolo compressor vá funcionar na votação, se ela ocorrer.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247