Marcia Tiburi abandona entrevista ao saber que Kim Kataguiri participaria

Indignada, a filósofa Márcia Tiburi abandonou um programa, no qual seria entrevistada, ao ficar sabendo que o outro convidado era o dirigente do MBL, Kim Kataguiri. "Você deveria ter me avisado. Tenho vergonha de estar aqui. Que as deusas me livrem. Não converso com pessoas indecentes, perigosas", disse ela, na frente do comandante do programa e de um atônito Kataguiri

Indignada, a filósofa Márcia Tiburi abandonou um programa, no qual seria entrevistada, ao ficar sabendo que o outro convidado era o dirigente do MBL, Kim Kataguiri. "Você deveria ter me avisado. Tenho vergonha de estar aqui. Que as deusas me livrem. Não converso com pessoas indecentes, perigosas", disse ela, na frente do comandante do programa e de um atônito Kataguiri
Indignada, a filósofa Márcia Tiburi abandonou um programa, no qual seria entrevistada, ao ficar sabendo que o outro convidado era o dirigente do MBL, Kim Kataguiri. "Você deveria ter me avisado. Tenho vergonha de estar aqui. Que as deusas me livrem. Não converso com pessoas indecentes, perigosas", disse ela, na frente do comandante do programa e de um atônito Kataguiri (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Indignada, a filósofa Márcia Tiburi abandonou um programa, no qual seria entrevistada, ao ficar sabendo que o outro convidado era o dirigente do MBL, Kim Kataguiri. “Você deveria ter me avisado. Tenho vergonha de estar aqui. Que as deusas me livrem. Não converso com pessoas indecentes, perigosas”, disse ela, na frente do comandante do programa e de um atônito Kataguiri.

Márcia vem sendo uma das principais críticas da situação do país e do julgamento do ex-presidente Lula. “Para que uma democracia seja sustentada é preciso legalidade, lastro jurídico, ética e respeito às diferenças. O golpe que destituiu a presidenta Dilma Rousseff ignorou esses preceitos básicos, não há mais democracia no Brasil”, afirmou ela, poucos dias antes do julgamento do ex-presidente.

Assista ao vídeo: 

 

*Com informações do Diário do Centro do Mundo

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247