Maringoni: PT não pode naturalizar o golpe pela eleição

"Não se pode descartar que o choque de projetos políticos tenha entrado em cena na operação para viabilizar Fernando Haddad – ou Lula, no limite – como candidato de um grande pacto nacional, envolvendo golpeados e golpistas. Ou setores populares e o grande capital", avalia o professor da UFABC Gilberto Maringoni em sua coluna na Revista Fórum

Maringoni: PT não pode naturalizar o golpe pela eleição
Maringoni: PT não pode naturalizar o golpe pela eleição

247 - O professor de Relações Internacionais da UFABC e militante do PSOL, Gilberto Maringoni, aborda nesse sábado, 25, as eleições presidenciais. Para ele, "no momento em que a casa está pegando fogo, é hora de concentrar esforços contra a direita. Mas deve-se, prudentemente, manter o olho vivo". 

"Não se pode descartar que o choque de projetos políticos tenha entrado em cena na operação para viabilizar Fernando Haddad – ou Lula, no limite – como candidato de um grande pacto nacional, envolvendo golpeados e golpistas. Ou setores populares e o grande capital", avalia Maringoni em sua coluna na Revista Fórum

"Um PT desidratado de qualquer veleidade transformadora é uma grande saída institucional para mudar tudo deixando as coisas como estão. Ou seja, é uma alternativa para o grande capital, que nada tem a ganhar se o país for à breca e a convulsão social latente se instalar como fator perene da cena nacional", diz ele. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247