Mello Franco critica nomeação do 03 para embaixada do Brasil nos EUA: República de Bananas

"O Supremo ainda terá que decidir se a súmula contra o nepotismo permite que o zero-três vire embaixador. Se confirmada, a nomeação deixará o Brasil mais próximo de se transformar de vez numa república de bananas", escreve o jornalista Bernardo Mello Franco sobre a possibilidade de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ser embaixador do Brasil nos EUA

Bernardo Mello Franco e Eduardo Bolsonaro
Bernardo Mello Franco e Eduardo Bolsonaro (Foto: Reprodução | Antônio Augusto/Câmara dos Deputados)

247 - Em sua coluna no jornal O Globo, o jornalista Bernardo Mello Franco critica a decisão do presidente Jair Bolsonaro de indicar o seu filho e deputado federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para ser embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

"O Supremo ainda terá que decidir se a súmula contra o nepotismo permite que o zero-três vire embaixador. Se confirmada, a nomeação deixará o Brasil mais próximo de se transformar de vez numa república de bananas. Ou numa monarquia absoluta, onde cada filho do rei escolhe o cargo que deseja ocupar", escreve o colunista.

"O zero-três nunca concorreu a uma vaga no Instituto Rio Branco, que prepara os diplomatas brasileiros. Passou no concurso de escrivão de polícia, que requer menos dedicação aos estudos. Entre as atribuições do cargo, estão as tarefas de 'cumprir formalidades processuais', 'lavrar termos' e 'dirigir veículos policiais'", complementa.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247