Mello Franco diz que Temer faria corar a velhinha de Taubaté

"Investigado por suspeita de corrupção, organização criminosa e obstrução à Justiça, Michel Temer quer convencer os brasileiros de que é vítima de uma conspiração motivada por 'interesses subterrâneos'. O presidente disse coisas que fariam corar a Velhinha de Taubaté, a personagem do escritor Luis Fernando Verissimo que acreditava em todas as lorotas dos políticos", escreve o jornalista Bernardo Mello Franco nesta terça

Bernardo Mello Franco e Michel Temer
Bernardo Mello Franco e Michel Temer (Foto: Giuliana Miranda)

247 - O colunista Bernardo Mello Franco comentou, em seu artigo desta terça-feira, os argumentos rasos que Michel Temer apresentou em sua defesa em entrevista à Folha publicada na segunda.  

"Investigado por suspeita de corrupção, organização criminosa e obstrução à Justiça, Michel Temer quer convencer os brasileiros de que é vítima de uma conspiração motivada por "interesses subterrâneos". Ele repetiu a cantilena na entrevista publicada nesta segunda pela Folha.

O presidente disse coisas que fariam corar a Velhinha de Taubaté, a personagem do escritor Luis Fernando Verissimo que acreditava em todas as lorotas dos políticos.

(...)

Diante de tantas negativas, o jornal perguntou a Temer qual seria, afinal, a sua culpa no episódio. "Ingenuidade. Fui ingênuo", respondeu.

A Velhinha de Taubaté ficou famosa como a última brasileira que confiava no governo. Morreu em 2005, quando assistia ao noticiário do mensalão. Na época, Temer exercia o quinto mandato de deputado."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247