Mello Franco: mercado volta a fazer terrorismo contra Lula

Colunista comenta previsão da corretora XP, que disse que "uma vitória de Lula pode derrubar a Bolsa e levar o dólar a R$ 4"; "É a volta do terrorismo de mercado, que sempre tenta ditar o resultado das eleições", diz ele; "No terrorismo de mercado, o truque é substituir a opinião de milhões de eleitores pelo desejo de um punhado de financistas", comenta

Colunista comenta previsão da corretora XP, que disse que "uma vitória de Lula pode derrubar a Bolsa e levar o dólar a R$ 4"; "É a volta do terrorismo de mercado, que sempre tenta ditar o resultado das eleições", diz ele; "No terrorismo de mercado, o truque é substituir a opinião de milhões de eleitores pelo desejo de um punhado de financistas", comenta
Colunista comenta previsão da corretora XP, que disse que "uma vitória de Lula pode derrubar a Bolsa e levar o dólar a R$ 4"; "É a volta do terrorismo de mercado, que sempre tenta ditar o resultado das eleições", diz ele; "No terrorismo de mercado, o truque é substituir a opinião de milhões de eleitores pelo desejo de um punhado de financistas", comenta (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Bernardo Mello Franco comenta em sua coluna na Folha neste domingo 26 a previsão da corretora XP, divulgada no final da última semana, que disse que "uma vitória de Lula pode derrubar a Bolsa e levar o dólar a R$ 4".

"É a volta do terrorismo de mercado, que sempre tenta ditar o resultado das eleições", diz. Ele lembra que o mercado fica eufórico com as possibilidades de candidaturas de Geraldo Alckmin, Luciano Huck e ainda João Doria, mesmo que este último tenha murchado nas pesquisas.

"No terrorismo de mercado, o truque é substituir a opinião de milhões de eleitores pelo desejo de um punhado de financistas. É um jogo em que a banca sempre vence. Mesmo que caia no ridículo, a profecia ajudará alguns espertos a enriquecer", critica.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247