Menos iPads 2 no mercado

Exploso na Foxconn, na ltima sexta-feira, deve reduzir o estoque do tablet em 30%

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A explosão ocorrida em uma das fábricas da chinesa Foxconn, fabricante do iPad 2, na última sexta-feira, poderá afetar o estoque do produto em até 30%, informou o site de tecnologia Digitimes. Estima-se que, como a companhia foi forçada a suspender a produção do produto em sua planta localizada na cidade de Chengdu, onde aconteceu o acidente, a remessa do tablet da Apple deverá ser reduzida. A planta foi responsável por quase um terço da fabricação do produto em abril.

A fábrica detentora da maior parte da produção do iPad 2 fica na cidade de Shenzhen, mas a Foxconn tinha planos de aumentar a produção com a recém-aberta fábrica de Chengdu, a fim de suprir a forte demanda da Apple. Os planos da empresa eram fazer crescer a produção de 600 mil unidades, registradas no primeiro trimestre deste ano, para entre 3 e 4 milhões no segundo trimestre. O Digitimes relatou que a empresa pretendia chegar à produção de 13 a 14 milhões de unidades no segundo semestre de 2011. O crescimento, no entanto, será mais modesto: de 9 a 10 milhões de unidades.

A companhia disse que a produção da planta de Chengdu será suspensa até que as investigações sobre o incidente sejam concluídas. A explosão matou 3 pessoas e deixou 16 feridas. As investigações assinalaram que o acidente pode ter sido provocado por pó inflamável em uma oficina de limpeza e descartou a possibilidade de uma sabotagem proposital.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email