Merval defende o golpe parlamentarista

"O Parlamentarismo pode ser incluído na proposta de emenda constitucional da reforma política, para ser adotado em 2022, quando o voto distrital misto será o sistema eleitoral, substituindo o 'distritão'", anuncia o colunista; segundo ele, este foi o tema de discussão da reunião feita ontem entre Michel Temer, Gilmar Mendes e Rodrigo Maia, "além de outros parlamentares"; o encontro se deu mais uma vez fora da agenda 

"O Parlamentarismo pode ser incluído na proposta de emenda constitucional da reforma política, para ser adotado em 2022, quando o voto distrital misto será o sistema eleitoral, substituindo o 'distritão'", anuncia o colunista; segundo ele, este foi o tema de discussão da reunião feita ontem entre Michel Temer, Gilmar Mendes e Rodrigo Maia, "além de outros parlamentares"; o encontro se deu mais uma vez fora da agenda 
"O Parlamentarismo pode ser incluído na proposta de emenda constitucional da reforma política, para ser adotado em 2022, quando o voto distrital misto será o sistema eleitoral, substituindo o 'distritão'", anuncia o colunista; segundo ele, este foi o tema de discussão da reunião feita ontem entre Michel Temer, Gilmar Mendes e Rodrigo Maia, "além de outros parlamentares"; o encontro se deu mais uma vez fora da agenda  (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em sua coluna deste domingo 20 no jornal O Globo, o jornalista Merval Pereira faz uma defesa do parlamentarismo, mais um golpe que os integrantes do governo querem implementar, com apoio do PSDB, depois do impeachment que tirou Dilma Rousseff.

"O Parlamentarismo pode ser incluído na proposta de emenda constitucional da reforma política, para ser adotado em 2022, quando o voto distrital misto será o sistema eleitoral, substituindo o 'distritão'", anuncia o colunista.

Merval reforça a versão da assessoria de Gilmar Mendes e diz que este foi o tema de discussão da reunião feita ontem entre Michel Temer, o ministro do STF e Rodrigo Maia, presidente da Câmara, "além de outros parlamentares", segundo o colunista. O encontro se deu mais uma vez fora da agenda.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email