Merval diz que Pazuello 'não tem a menor condição' de continuar à frente do Ministério da Saúde

Jornalista Merval Pereira afirma que o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, “não tem a menor condição de estar à frente de um ministério civil.“ Para ele, "o ministro da Saúde está nervoso porque perdeu o controle da situação, não azeitou uma máquina de vacinação que historicamente produziu efeitos"

(Foto: ABr | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

 247 - O jornalista Merval Pereira, de O Globo, afirma que o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, “não tem a menor condição de estar à frente de um ministério civil”. “Não adianta usar chavões militares para dizer que dará a vacina na hora certa, no tempo certo. Além do que esse “tempo certo” já passou tanto que o mundo inteiro já está se vacinando. Nosso dia D deveria ter sido há muito tempo. Quando ele definir o dia D do Brasil, estaremos muitos mil mortos à frente, com a sociedade paralisada pelo medo, com a economia devastada”, escreve Merval em sua coluna desta quarta-feira (13).

“É uma situação que a cada dia demonstra que o governo brasileiro não sabe governar, só sabe conversar com o povo para dar orientações incorretas, populismo que é especialidade de Bolsonaro”, ressalta o colunista.

Para ele, “o ministro da Saúde está nervoso porque perdeu o controle da situação, não azeitou uma máquina de vacinação que historicamente produziu efeitos”, além de demonstrar ignorância histórica sobre o papel da imprensa, que nasceu para controlar os governos, para dar voz aos que não a tinham em governos absolutistas e autoritários”. 

“Recentemente, ele afirmou que ninguém delegou à imprensa a tarefa de analisar e criticar o governo. Está muito enganado”, observa o jornalista. “Não precisa o general Pazuello delegar, nem o capitão Bolsonaro permitir. Já está delegado pela sociedade, historicamente. Por isso ele se irrita, porque a imprensa critica quando o governo falha; e como esse governo falha constantemente, a imprensa tem sido muito crítica”, completa.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247