Merval Pereira: Carlos Bolsonaro usando twitter do pai é muito grave

O jornalista Merval Pereira escreve nesta sexta-feira (15) em seu blog que a crise desencadeada pelo vereador Carlos Bolsonaro, desmentindo pelo twitter o ministro–chefe da Secretaria-Geral da Presidência Gustavo Bebianno, tem um aspecto que a torna ainda mais perigosa em termos institucionais: o uso indiscriminado das redes sociais para comunicação do seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, sem distinção do público e do privado; "É gravíssimo - diz - que um dos filhos de Bolsonaro tenha acesso à senha do twitter e fique postando em nome do pai"

Merval Pereira: Carlos Bolsonaro usando twitter do pai é muito grave
Merval Pereira: Carlos Bolsonaro usando twitter do pai é muito grave

247 - O jornalista Merval Pereira escreve nesta sexta-feira (15) em seu blog que a crise desencadeada pelo vereador Carlos Bolsonaro, desmentindo pelo twitter o ministro–chefe da Secretaria-Geral da Presidência Gustavo Bebianno, tem um aspecto que a torna ainda mais perigosa em termos institucionais: o uso indiscriminado das redes sociais para comunicação do seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, sem distinção do público e do privado. É "gravíssimo" - diz - que um dos filhos de Bolsonaro tenha acesso à senha do twitter e fique postando em nome do pai.

O colunista aponta que era o filho de Bolsonaro que durante a campanha presidencial usava com frequência as senhas do pai para postar mensagens políticas. Merval chama a atenção para o fato de que "há quem diga que até hoje é ele o autor das mensagens do presidente".

Merval Pereira aponta que "a utilização do twitter para suas mensagens é um hábito que Bolsonaro copia do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, seu grande ídolo" E lembra que nos Estados Unidos, "a utilização de meios particulares para atividade oficial já deu muita dor de cabeça a Hillary Clinton que, quando Secretária de Estado no governo Obama, dispensou o e-mail oficial(@state.gov) para usar seu email privado mesmo para assuntos de Estado".

O jornalista considera "gravíssimo" que um dos filhos de Bolsonaro tenha acesso à senha do twitter e fique postando em nome do pai. "O Estado não pode ficar em mãos indiretas, seja de quem for. Caso o presidente aceite a pressão do seu filho vereador Carlos para demitir o ministro Bebianno, vai ficar cada vez mais nas mãos das redes sociais e dos filhos, que tentam aumentar o poder no governo".

Leia a íntegra

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247