Merval Pereira reconhece que articulação Lula-Alckmin é o grande “fato novo” do cenário eleitoral

Jornalista da Globo diz que o que parecia um “balão de ensaio” está se tornando no fato político de maior destaque no processo político-eleitoral

www.brasil247.com - Merval Pereira, Lula e Alckmin
Merval Pereira, Lula e Alckmin
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Num artigo sob o título “Fato Novo” publicado na edição desta terça-feira de O Globo, o jornalista Merval Pereira, porta-voz informal da família Marinho e inimigo figadal do PT, reconheceu que as conversas entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ex-governador Geraldo Alckmin “está se transformando em fato político relevante”, depois de parecer apenas um “balão de ensaio”.

Segundo Pereira, as conversas entre os dois levam Lula para ocupar o centro político. Na visão do jornalista, que tem horror a tudo que sequer lembre a esquerda, Lula “dá um cavalo de pau no rumo radicalizado da campanha, além de fortalecer sua base eleitoral em São Paulo”.

É nesta dupla ótica de giro ao centro e ofensiva contra Doria que o jornalista avalia a operação política: “Ao abrir caminho para aceitar ser vice-presidente na chapa de Lula, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin não apenas se vinga de seu arqui-inimigo João Doria, como permite que Lula dê a guinada para o centro que era esperada”.

PUBLICIDADE

No texto, Merval Pereira não deixa de lado sua posição militante contra Lula e o PT, afirmando que ele apoia “ditaduras da América Latina” e o “tal ‘controle social da mídia’”. Curiosamente, Merval e os jornalista de direita nunca atacaram qualquer governo ou político de direita que apoiou as ditaduras efetivas da América Latina, como as que cobriram o continente durante os anos 1960-70 e nem manifestaram horror aos golpes recentes em Honduras ou Bolívia, por exemplo. Da mesma forma, o que Lula propõe quanto ao “controle social da mídia” é meramente a adaptação de legislação inglesa sobre o tema.

Do ponto de vista eleitoral, o jornalista avalia que “trazendo Alckmim para seu lado, Lula acrescenta problemas a João Doria, que terá dificuldades em outros dois colégios eleitorais importantes, Minas e Rio Grande do Sul”. 

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes do 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email