Merval: Temer pensa mais em safar-se do que em governar

A confusão ocorrida ontem no Congresso só demonstra que é necessário que as forças políticas que apoiam as reformas cheguem a um acordo sobre o futuro, sem Michel Temer, o mais rápido possível. O país não pode esperar uma definição espontânea do próprio peemedebista, pois ele já não tem condições políticas para liderar o governo, e a essa altura, necessariamente, está pensando mais em safar-se e aos seus mais próximos do que em governar", avalia o colunista Merval Pereira nesta quarta

Merval
Merval (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Sem condições de liderar o governo e sem disposição para sair por conta própria, Michel Temer hoje se preocupa mais em manter-se no cargo do que em governar, avalia o colunista Merval Pereira em O Globo nesta quarta.

"A confusão ocorrida ontem no Congresso só demonstra que é necessário que as forças políticas que apoiam as reformas cheguem a um acordo sobre o futuro, sem Michel Temer, o mais rápido possível. O país não pode esperar uma definição espontânea do próprio peemedebista, pois ele já não tem condições políticas para liderar o governo, e a essa altura, necessariamente, está pensando mais em safar-se e aos seus mais próximos do que em governar.

O que aconteceu ontem foi o resultado de uma ação descoordenada de partidos que formam a maioria momentânea no Congresso para tocar em frente um plano de governo que corresponde ao anseio majoritário, mas que perdeu o timoneiro que, bem ou mal, conduzia o barco. O rumo está sendo mantido, mas não o será por muito tempo se não for encontrada uma solução de consenso que permita seguir em frente sem os obstáculos que agora se apresentam.

Assim que as forças preponderantes no Congresso estiverem de acordo sobre quem estará na Presidência durante o período de transição até 2018, a realidade política se imporá e Michel Temer ficará sem condições de se manter agarrado na cadeira presidencial.

Se nas próximas duas semanas esse acordo não for atingido, ganhará espaço uma campanha, ainda incipiente, pelas eleições diretas antecipadas, que terá a vantagem de parecer uma solução mágica para todos os nossos problemas, quando na verdade é mais um complicador do quadro político nacional."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247