Merval vê polarização entre Lula e Bolsonaro e "centro" inviável

O colunista do Globo avalia que o ex-presidente e o atual tendem a polarizar a disputa política e afirma que nomes que ele considera de "centro", como Ciro Gomes, João Amoedo e João Doria, apresentam pouca viabilidade eleitoral

www.brasil247.com -


247 – "Três anos antes de uma eleição, é difícil fazer-se uma prospecção sobre o que acontecerá, especialmente em um país como o Brasil, de passado incerto e imprevisível futuro. Mas a pesquisa FSB/Veja publicada esta semana traz interessantes registros que indicam, por exemplo, que a polarização entre Bolsonaro e Lula continua forte, como os dois desejam. O presidente, que caía de popularidade a cada pesquisa, mantém-se firme no patamar de 33%, e tende a melhorar caso as boas perspectivas da economia se confirmem. Já Lula livre, mesmo sem conseguir mobilizar a esquerda como antigamente, também resiste no nível histórico do PT de 29%. Má notícia para os candidatos de centro, que continuam esmagados pela polarização", escreve o jornalista Merval Pereira, em sua coluna deste domingo.

"A vaga para enfrentar a radicalização dos extremos fica entre candidatos hoje sem condições viáveis: Ciro Gomes, de 9% a 12%; João Amoêdo, 5%, João Dória de 3% a 4%. Ciro está abaixo dos 12,47% que obteve na eleição de 2018", aponta ainda Merval. "O único candidato potencial que teve boas novas foi o apresentador de televisão e militante do terceiro setor Luciano Huck, que obteve 9% em um dos cenários, empatando com o multicandidato Ciro Gomes", diz ele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email