Microsoft adere ao “curtir”

Boto que ganhou fama no Facebook j chegou ao Google e, agora, ao Bing

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O botão “curtir” do Facebook é tão importante que já ganhou uma lista de cópias: sua rede social concorrente no Brasil, o Orkut, criou algo com a mesma função, o botão “Gostou?”. O gigante das buscas, Google, também usou a ideia para classificar as buscas bem ou mal sucedidas e, assim, torná-las mais sociais. Agora, a Microsoft anuncia que também irá incluir nas funções de seu buscador, o Bing, a ideia criada por Marck Zuckerberg e que já foi parar até em suvenires do casamento real entre o príncipe William e Kate Middleton.

O novo recurso, que estreia nesta terça-feira, 17, dá mais atenção às buscas que forem “curtidas” pelos membros do Facebook. Portanto, se o usuário busca por uma academia, terá como principais indicações os estabelecimentos que forem recomendados por sua rede de contatos na rede social. A função só é ativada, no entanto, quando o internauta estiver logado no site de buscas da Microsoft. A companhia estima que cerca de 3,5 milhões de páginas na internet possuem o botão “curtir”.

A ferramenta da Microsoft é um forte apelo para aumentar sua concorrência com o Google, dominante disparado no mercado das buscas. “Nós estamos tentando incluir emoções à ferramenta de decisão”, disse Stefan Weitz, diretor do Bing. Curiosamente, foi o mesmo argumento alegado pela empresa de Mountain View, na Califórnia. “Você usa seus amigos offline para tomar decisões, em grandes ou pequenas proporções. Agora você pode ter a mesma experiência online”, acrescenta Weitz.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email