“Mídia, big tech, CIA e Wall Street apoiam Joe Biden”, diz Glenn Greenwald

Na segunda parte da entrevista do jornalista Glenn Greenwald à TV 247, ele avalia a eleição nos Estados Unidos e diz Biden, apoiado pelo establishment, terá mais capacidade para realizar o mal do que Donald Trump

(Foto: Reuters | Abr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O jornalista Glenn Greenwald, um dos mais renomados do mundo, concedeu uma importante entrevista aos jornalistas Leonardo Attuch e Tereza Cruvinel, na TV 247, em que falou sobre sua saída do Intercept e as eleições presidenciais nos Estados Unidos. Na primeira parte da entrevista, destacamos as visões de Glenn sobre temas como jornalismo, liberdade de expressão e democracia. Nesta segunda parte, ressaltamos sua visão sobre a disputa presidencial e as diferenças entre o democrata Joe Biden e o republicano Donald Trump.

“Mídia, big tech, CIA e Wall Street apoiam Joe Biden”, diz o jornalista, que prevê a vitória do democrata. “Donald Trump é um cara horrível que contamina a imagem dos Estados Unidos”. Segundo Glenn, como Trump é mais contestado, por seu estilo, Biden terá mais capacidade de realizar o mal. Embora seja cidadão estadunidense, o jornalista vê seu país natal como uma nação imperialista, que tenta se impor sobre os demais países. “Biden vai poder causar mais mal do que Trump”, aposta.

Questionado por um comentário de Myriam Marques, que colabora com a TV 247 desde Nova York, sobre o fato de Trump colocar imigrantes em jaulas, Glenn lembrou que Barack Obama deportou mais imigrantes do que Trump e também citou a questão militar.  "Obama começou a guerra na Líbia, Trump não começou nenhuma”, diz o jornalista. Ele, no entanto, reconheceu um aspecto importante da vitória de Biden: o isolamento e o enfraquecimento de Jair Bolsonaro, que o perseguiu após as denúncias da Vaza Jato. “Jair Bolsonaro é um fascista e quer acabar com a democracia no Brasil”, disse ele.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e confira a entrevista:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247