'Mídia estimula hostilização a Mantega'

O analista político Paulo Vannuchi criticou a cobertura da mídia ao novo caso de agressão ao ex-ministro Guido Mantega, promovido por fascistas em um restaurante em São Paulo; "É mais um episódio de intolerância e ódio, e a imprensa, que poderia não deixar esse episódio seguir adiante, aplaude", afirmou; "É o preconceito que vai se disseminando e consolidando, com um clima golpista, porque ele também é um conjunto de ações que ataca a convivência democrática"

O analista político Paulo Vannuchi criticou a cobertura da mídia ao novo caso de agressão ao ex-ministro Guido Mantega, promovido por fascistas em um restaurante em São Paulo; "É mais um episódio de intolerância e ódio, e a imprensa, que poderia não deixar esse episódio seguir adiante, aplaude", afirmou; "É o preconceito que vai se disseminando e consolidando, com um clima golpista, porque ele também é um conjunto de ações que ataca a convivência democrática"
O analista político Paulo Vannuchi criticou a cobertura da mídia ao novo caso de agressão ao ex-ministro Guido Mantega, promovido por fascistas em um restaurante em São Paulo; "É mais um episódio de intolerância e ódio, e a imprensa, que poderia não deixar esse episódio seguir adiante, aplaude", afirmou; "É o preconceito que vai se disseminando e consolidando, com um clima golpista, porque ele também é um conjunto de ações que ataca a convivência democrática" (Foto: Aquiles Lins)

Da Rede Brasil Atual  - "É mais um episódio de intolerância e ódio, e a imprensa, que poderia não deixar esse episódio seguir adiante, aplaude", afirmou hoje (29) o comentarista político Paulo Vannuchi em sua coluna na Rádio Brasil Atual, ao falar sobre atos de hostilidade ao ex-ministro Guido Mantega, ontem, em um restaurante de São Paulo. "É o preconceito que vai se disseminando e consolidando, com um clima golpista, porque ele também é um conjunto de ações que ataca a convivência democrática."

Vannuchi traça o perfil de quem agrediu verbalmente o ex-ministro, e condena atitude como estúpida, pois Mantega não está sendo acusado de nenhuma irregularidade. "São pessoas que dirão que são a favor da redução da maioridade penal, contra a união civil de homossexuais. São pessoas que votaram no Paulo Maluf a vida inteira e agora votam no PSDB, e alguns que dizem que o PT controla a imprensa e o judiciário."

O analista lembra que com o apoio da mídia semeia futuras agressões. "Ao aplaudir, ela estimula ações semelhantes."

Esse foi o terceiro caso de hostilização contra o ex-ministro. Mantega foi xingado ao acompanhar a esposa, que fazia tratamento do câncer no Hospital Albert Einstein, em fevereiro. O episódio se repetiu em maio, durante o jantar em um restaurante em Pinheiros, zona sul da capital paulista.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247