Miriam Leitão diz que Paulo Guedes assusta e Bolsonaro já partiu para o autoritarismo

A jornalista Miriam Leitão afirma que, se houver um novo AI-5, como cogitou o ministro Paulo Guedes (Economia), "os investidores fugirão do Brasil". Segundo a colunista, o governo Jair Bolsonaro saiu "das palavras autoritárias para as propostas autoritárias". "O perigo mudou de patamar", alerta

(Foto: Reprodução | Carolina Antunes/PR)

247 - Em sua coluna publicada no jornal O Globo, Miriam Leitão afirma que, "se houver um outro AI-5, ou que nome tenha uma violenta repressão policial militar às liberdades democráticas, os investidores fugirão do Brasil". "A economia não é uma ilha que possa manter seu equilíbrio sobre escombros da civilização", diz ela, após o ministro Paulo Guedes (Economia) dizer que ninguém deve ficar surpreso se alguém do governo pedir a implementação de um AI-5.

De acordo com a jornalista, membros da equipe de Jair Bolsonaro saíram "das palavras autoritárias para as propostas autoritárias". "O perigo mudou de patamar. A ideia de uma operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) para ação na área rural mais a proposta de que dentro das GLOs haja o 'excludente de ilicitude' formam uma mistura perigosa", continua.

"Alguns tentam isolar a economia, dizendo que ela está melhorando, apesar dos péssimos sinais em outras áreas. Eu nunca acreditei que fosse possível essa separação. O ministro ajudou a esclarecer as coisas. Ao ecoar explicitamente a ameaça feita pelo filho do presidente, removeu o suposto isolamento e uniu a economia à parte sombria do governo que abraçou", complementa.


Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247