Musk faz acusação sem provas contra o Twitter na eleição brasileira

Propagador de fake news, o bilionário diz que a rede social que ele próprio comprou pode ter ajudado Lula, mas não mostrou evidência alguma

www.brasil247.com - Elon Musk (à esq.), Luiz Inácio Lula da Silva e a marca do Twitter
Elon Musk (à esq.), Luiz Inácio Lula da Silva e a marca do Twitter (Foto: Robyn Beck/Pool via REUTERS | REUTERS/Adriano Machado | REUTERS/Kacper Pempel)


Agência Sputnik - O proprietário do Twitter, Elon Musk, disse neste sábado (3) que acredita ser "possível" que a equipe da empresa de mídia social tenha dado preferência a candidatos de esquerda durante as eleições brasileiras deste ano, segundo a Reuters.

"Vi muitos tweets preocupantes sobre as recentes eleições no Brasil", disse Musk quando questionado por um usuário sobre as eleições possivelmente "manipuladas" pela administração anterior da empresa. "Se esses tweets forem precisos, é possível que o pessoal do Twitter tenha dado preferência a candidatos de esquerda", acrescentou.

No início deste ano, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PL), recebeu Musk em uma reunião em São Paulo, quando chamou a aquisição do Twitter pelo bilionário de "um sopro de esperança" e o apelidou de "lenda da liberdade", conforme noticiado.

Tanto o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva quanto Bolsonaro usaram amplamente o Twitter durante suas campanhas. Alguns aliados do atual mandatário – incluindo o candidato mais votado à Câmara dos Deputados, Nikolas Ferreira – tiveram suas contas suspensas por ordem judicial após o segundo turno por questionarem o resultado da eleição.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247