Na Inglaterra, país livre, jornalistas são indiciados

Rebekah Brooks, ex-editora-chefe de um jornal de Rupert Murdoch, e Andy Coulson, ex-chefe de Imprensa do premiê David Cameron, serão julgados por crimes relacionados a grampos telefônicos

Na Inglaterra, país livre, jornalistas são indiciados
Na Inglaterra, país livre, jornalistas são indiciados (Foto: REUTERS/Stefan Wermuth)

Portal Imprensa

- Nesta terça-feira 24, ex-jornalistas do extinto tabloide britânico News of the World ficaram sabendo que enfrentarão acusações criminais pelo escândalo dos grampos telefônicos, informou o jornal britânico The Guardian. A Justiça do Reino Unido decidiu indiciar o ex-chefe de Imprensa do primeiro-ministro britânico David Cameron e a ex-editora-chefe de um jornal de Rupert Murdoch, informou a Folha de S. Paulo.

Andy Coulson, ex-chefe de Imprensa de Cameron e a jornalista Rebekah Brooks serão julgados por crimes relacionados aos grampos telefônicos. Os delitos teriam sido cometidos durante o período em que ambos trabalharam no extinto tabloide News of the World. Outros seis jornalistas que ocupavam altos cargos no jornal também serão indiciados.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247