Nassif: é evidente que Temer quer enquadrar Lava Jato com Torquato

Jornalista Luis Nassif, do Jornal GGN, afirma que a troca feita por Michel Temer no Ministério da Justiça, substituindo Osmar Serraglio por Torquato Jardim, tem a clara intenção de barrar o avanço da operação Lava Jato; "A Lava Jato avançou nos últimos dias em áreas absolutamente sensíveis a Michel Temer", diz Nassif, citando as buscas no escritório do coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer, e acusado de ter recebido propina de R$ 1 milhão endereçada ao peemedebista, e o senador afastado Aécio Neves (PSDB); "São um conjuntos da ações que vão levar até Temer e possivelmente até Gilmar Mendes", diz Nassif

Jornalista Luis Nassif, do Jornal GGN, afirma que a troca feita por Michel Temer no Ministério da Justiça, substituindo Osmar Serraglio por Torquato Jardim, tem a clara intenção de barrar o avanço da operação Lava Jato; "A Lava Jato avançou nos últimos dias em áreas absolutamente sensíveis a Michel Temer", diz Nassif, citando as buscas no escritório do coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer, e acusado de ter recebido propina de R$ 1 milhão endereçada ao peemedebista, e o senador afastado Aécio Neves (PSDB); "São um conjuntos da ações que vão levar até Temer e possivelmente até Gilmar Mendes", diz Nassif
Jornalista Luis Nassif, do Jornal GGN, afirma que a troca feita por Michel Temer no Ministério da Justiça, substituindo Osmar Serraglio por Torquato Jardim, tem a clara intenção de barrar o avanço da operação Lava Jato; "A Lava Jato avançou nos últimos dias em áreas absolutamente sensíveis a Michel Temer", diz Nassif, citando as buscas no escritório do coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer, e acusado de ter recebido propina de R$ 1 milhão endereçada ao peemedebista, e o senador afastado Aécio Neves (PSDB); "São um conjuntos da ações que vão levar até Temer e possivelmente até Gilmar Mendes", diz Nassif (Foto: Aquiles Lins)

247 - O jornalista Luis Nassif, do Jornal GGN, afirma que a troca feita por Michel Temer no Ministério da Justiça, substituindo Osmar Serraglio por Torquato Jardim, tem a clara intenção de barrar o avanço da operação Lava Jato. 

"A Lava Jato avançou nos últimos dias em áreas absolutamente sensíveis a Michel Temer", diz Nassif, citando as buscas no escritório do coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer, e acusado de ter recebido propina de R$ 1 milhão endereçada ao peemedebista, e o senador afastado Aécio Neves (PSDB). 

"São um conjuntos da ações que vão levar até Temer e possivelmente até Gilmar Mendes", diz Nassif. 

Assista acima. 

 

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247