Nassif lista perguntas a Greenwald que evitariam fiasco da bancada do Roda Viva

Para o jornalista Luis Nassif, a entrevista de Glenn Greenwald no Roda Viva foi uma aula para o jornalismo brasileiro, mas também uma demonstração de que o jornalismo da mídia corporativa "perdeu noção dos princípios e papéis básicos do jornalismo". Confira as perguntas sugeridas por Nassif

247 - O jornalista Luis Nassif avaliou a entrevista concecida pelo jornalista Glenn Greenwald ao programa Roda Viva, na noite dessa segunda-feira, 2. 

Para Nassif, a entrevista foi uma aula para o jornalismo brasileiro, mas também uma demonstração de que o jornalismo da mídia corporativa "perdeu noção dos princípios e papéis básicos do jornalismo".

Ao invés da bacada de entrevistadores perguntar a Greenwald se não seria melhor substituir jornalistas por hackers, como o fez a jornalista Lilian Tahan, Nassif elenca uma série de perguntas que poderiam extrair informações valiosas do fundador do Intercept Brasil sobre a Vaza Jato. 

Confira, abaixo, algumas delas:

"Como se dá a coordenação da cobertura compartilhada para impedir, por exemplo, redundâncias ou conflitos de interpretação?

Quais são as ferramentas de pesquisa utilizadas? 

Sistema de localização para textos? E no caso dos áudios, como filtrar?

Como foi a operação para colocar o conteúdo a salvo da ação da Polícia Federal e, mesmo, da CIA? 

Como funcionam os sistemas de nuvens para ficarem a salvo de órgãos de Estado.

O que esperar das conversas gravadas sobre as negociações com advogados de delatores? 

Qual o nível de intimidade entre procuradores e advogados?

Quais os indícios de interferência de Rosângela Moro e o primeiro amigo Zucolotto nos acordos de delação?

Como foram as conversas sobre a fundação que administraria os recursos da Lava Jato?

Houve conversas com colegas de outros países sobre parcerias em escritórios de compliance para atender empresas denunciadas pela Lava Jato? Há indícios sobre a indústria da anticorrupção?

Qual o grau de intimidade entre Lava Jato e magistrados de tribunais superiores?"

Leia o texto de Luis Nassif na íntegra no Jornal GGN

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247