Nassif: 'por ignorância ou por cálculo, Bolsonaro cometeu um crime contra o mercado'

O jornalista Luis Nassif faz referência ao anúncio de Jair Bolsonaro sobre a mudança na Petrobrás. "Por ignorância ou por cálculo, Bolsonaro cometeu um crime contra o mercado. Em circunstâncias normais, seria caso até para perda do cargo", diz

Jornalista Luis Nassif
Jornalista Luis Nassif (Foto: Editora 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "Como era previsível, as ações da Petrobrás voltaram a subir, depois do carnaval dos últimos dias. A razão é simples: segunda-feira (22/02) era vencimento do mercado de opções", escreve o jornalista Luis Nassif. "O que Bolsonaro declarou, na sexta-feira (19), nada tem de excepcional", diz em referência ao anúncio da troca de comando da estatal. 

"O que chama a atenção é a maneira como anunciou as mudanças, e justamente nas vésperas do vencimento de opções. Na terça feira, com o jogo terminado, anuncia o encaminhamento da privatização da Eletrobras, algo que poderia ter mudado totalmente o humor do mercado", continua.

"Portanto, por ignorância ou por cálculo, Bolsonaro cometeu um crime contra o mercado. Em circunstâncias normais, seria caso até para perda do cargo. Mas o anúncio da privatização da Eletrobras lhe dará mais uma sobrevida junto ao mercado, e seus dois braços atuais, mídia e Centrão", acrescenta.

Leia a íntegra no Jornal GGN

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email