Nassif: primeira delação de Leo Pinheiro foi rejeitada para não atrapalhar o impeachment

As revelações da Vaza Jato divulgadas pela Folha de S.Paulo/The Intercept Brasil neste sábado (21), que abordam a delação do empreiteiro Léo Pinheiro, confirmam as suspeitas levantadas pelo jornalista Luis Nassif sobre a rejeição da primeira delação de Pinheiro: poderia comprometer o movimento pelo impeachment

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

GGN - A delação de Léo Pinheiro, revelada hoje pela Folha-The Intercept ainda não chegou no essencial: as razões que levaram a Lava Jato a recusar a primeira tentativa de delação do empresário, em 2016.

Pelos documentos relevados pela Folha, a delação atingia diretamente José Serra e seus operadores – Aloysio Nunes, Sérgio Freitas e Márcio Fortes -, confirmando as suspeitas sobre a rejeição da delação anterior: poderia comprometer o movimento pelo impeachment. 

Leia na íntegra no GGN

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email