'Nem a ditadura impediu advogados de visitar presos', diz Gleisi após ser proibida de ver Lula

Presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann rechaçou a decisão da juíza Caroline Lebbos que a proíbe de visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; a juíza, em seu despacho, questiona a atuação da defesa do ex-presidente; em nota, o PT afirmou que "a proibição reproduz mais um episódio de perseguição a Lula, cerceando seus direitos fundamentais, além de demonstrar a tentativa de isolar o ex-presidente de seus companheiros"

'Nem a ditadura impediu advogados de visitar presos',  diz Gleisi após ser proibida de ver Lula
'Nem a ditadura impediu advogados de visitar presos', diz Gleisi após ser proibida de ver Lula (Foto: Eduardo Matysiak)

247 - Presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann rechaçou a decisão da juíza Caroline Lebbos que a proíbe de visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A juíza, em seu despacho, questiona a atuação da defesa do ex-presidente. Em nota, o PT afirmou que "a proibição reproduz mais um episódio de perseguição a Lula, cerceando seus direitos fundamentais, além de demonstrar a tentativa de isolar o ex-presidente de seus companheiros".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247