Noblat diz que “ainda faltam votos para aprovar o impeachment”

"Nas contas da oposição, ainda estariam faltando cerca de 40 votos para aprovar o impeachment", escreve o jornalista, acrescentando que o número, porém, "não bate com as contas feitas por Cunha e compartilhadas por ele com o vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP)"; a maior briga hoje é pelos votos do PR, que tem 40 deputados

"Nas contas da oposição, ainda estariam faltando cerca de 40 votos para aprovar o impeachment", escreve o jornalista, acrescentando que o número, porém, "não bate com as contas feitas por Cunha e compartilhadas por ele com o vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP)"; a maior briga hoje é pelos votos do PR, que tem 40 deputados
"Nas contas da oposição, ainda estariam faltando cerca de 40 votos para aprovar o impeachment", escreve o jornalista, acrescentando que o número, porém, "não bate com as contas feitas por Cunha e compartilhadas por ele com o vice-presidente Michel Temer (PMDB-SP)"; a maior briga hoje é pelos votos do PR, que tem 40 deputados (Foto: Gisele Federicce)

247 – "Ainda faltam votos para aprovar o impeachment", afirma o jornalista Ricardo Noblat, do Globo. "Nas contas da oposição, ainda estariam faltando cerca de 40 votos para aprovar o impeachment", escreve, em sua coluna deste sábado.

Ele fala da votação em plenário, uma vez que na comissão especial do impeachment, onde houve um debate de mais de 13 horas entre a tarde desta sexta-feira e a madrugada do sábado, base e oposição acreditam que o processo será aprovado, segundo Noblat.

A maior briga neste momento, dos dois lados, é pelo voto do PR, que tem 40 deputados. "Um senador do partido revelou a este blog que, por ora, os 40 estão divididos assim: oito a favor do impeachment, 25 contra e sete decididos a se abster, o que é bom para o governo", diz o jornalista.

Leia aqui a íntegra.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247