CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mídia

NY Times e a Copa: "E o tal do mundo não se acabou"

Gigante nova-iorquino ‘New York Times’, considerado o jornal mais influente do mundo, admite sucesso da Copa do Mundo no Brasil com o título: "Previsão de dia do juízo final dá lugar a soluços menores": ‘Estádios atrasados, obras que não estariam prontas, segurança, transporte não aguentaria... Estas eram preocupações constantes nos dias que antecederam a Copa no Brasil. Mas depois de uma semana do Mundial, a situação no maior país da América Latina é bem mais tranquila. Os jogos são empolgantes e o drama é perfeito para a televisão’, diz o texto

Gigante nova-iorquino ‘New York Times’, considerado o jornal mais influente do mundo, admite sucesso da Copa do Mundo no Brasil com o título: "Previsão de dia do juízo final dá lugar a soluços menores": ‘Estádios atrasados, obras que não estariam prontas, segurança, transporte não aguentaria... Estas eram preocupações constantes nos dias que antecederam a Copa no Brasil. Mas depois de uma semana do Mundial, a situação no maior país da América Latina é bem mais tranquila. Os jogos são empolgantes e o drama é perfeito para a televisão’, diz o texto (Foto: Roberta Namour)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Com o título "Previsão de dia do juízo final dá lugar a soluços menores", o "New York Times" reconhece o sucesso da Copa do Mundo no Brasil. "Estádios atrasados, obras que não estariam prontas, segurança, transporte não aguentaria... Estas eram preocupações constantes nos dias que antecederam a Copa no Brasil. Mas depois de uma semana do Mundial no Brasil, a situação no maior país da América Latina é bem mais tranquila", diz a publicação.

“Para aqueles torcedores que gostam de gols de saltar os olhos, resultados surpreendentes e futebol de qualidade, esse torneio foi, de longe, um sucesso incrível”, acrescenta. “Os jogos são empolgantes e o drama é perfeito para a televisão.”

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O jornal aponta, no entanto, “falhas” ocorridas na primeira semana de mundial: falta de comida nos estádios, problemas no sistema de som antes de França x Honduras, detalhes de acabamento nas arenas, confusões no jogo da Argentina no Maracanã, entre outros. Mas, ainda assim, ressalta que eventos como Copa e Olimpíadas têm imprevistos, como em Londres e nos Jogos de Inverno de Socchi.

Ao final, elogia a qualidade dos gramados das 12 sedes: "Em geral, as condições de jogo para a maioria das partidas têm sido excelentes, mesmo quando as chuvas pesadas aconteceram. Isso prova a qualidade da drenagem. Em última análise, esta é a prioridade mais importante, pois são os jogos que geralmente definem o legado histórico de um evento".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ou seja: como no samba de Assis Valente, apesar de todas as previsões derrotistas, o tal do mundo não se acabou.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO