Odebrecht também subornou operadores do sistema bancário

A empreiteira Odebrecht se tornou mais conhecida nos últimos anos por pagar propinas a diretores de estatais, governos estrangeiros e parlamentares e também financiar campanhas eleitorais e distribuir dinheiro em grande parte da América Latina, se preferência ideológica; agora, no entanto, investigações na Suíça apontam que a construtora também subornou operadores do sistema bancário

Odebrecht também subornou operadores do sistema bancário
Odebrecht também subornou operadores do sistema bancário (Foto: GUADALUPE PARDO - REUTERS)

247A empreiteira Odebrecht se tornou mais conhecida nos últimos anos por pagar propinas a diretores de estatais, governos estrangeiros e parlamentares e também financiar campanhas eleitorais e distribuir dinheiro em grande parte da América Latina, se preferência ideológica. Agora, no entanto, investigações na Suíça apontam que a construtora também subornou operadores do sistema bancário. 

A reportagem do portal UOL destaca que "o suspeito é Heitor Duarte, ex-gerente do banco PKB Privatbank e já afastado da instituição financeira. O funcionário era quem coordenava as ações do banco para atrair clientes latino-americanos. Um deles: a Odebrecht. Ainda em 2016, um dos chefes da Divisão de Operações Estruturadas da Odebrecht, Fernando Miggliaccio, reconheceu em sua delação premiada que o banqueiro auxiliava nos pagamentos das propinas pelo mundo, tendo acesso até mesmo ao sistema de mensagens que foi criado de forma paralela aos servidores oficiais da construtora."

Segundo a matéria, "a captura de Miggliaccio, naquele ano, foi considerada como um ponto fundamental do processo de investigação, já que seriam suas informações que permitiram uma série de aberturas de inquéritos e o próprio acordo de leniência com a Odebrecht. Em sua delação, ele apresenta a complexa relação entre os serviços no Brasil e uma rede de contas no exterior que serviam para camuflar pagamentos. Mas seu relato foi o primeiro que envolveu diretamente os bancos suíços, que por anos justificavam que não sabiam quais eram os motivos das transferências."

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247