Ombudsman nega horóscopo politizado

Jornalista Vera Magalhães Martins revela que diversos leitores reclamaram da previsão de "alta das oposições", feita pela astróloga Barbara Abramo, mas defende a posição do jornal; responsável pelo horóscopo disse ter sido alvo de "patrulha fascista"

Ombudsman nega horóscopo politizado
Ombudsman nega horóscopo politizado

247 - Na última quarta-feira, a astróloga Barbara Abramo fez uma previsão inusitada na seção de horóscopos da Folha de S. Paulo. "Lua nova em gêmeos sinaliza crescimento das oposições nos próximos dias", disse ela.

A notícia foi destacada pelo 247 (leia aqui) e fez com que o jornal recebesse várias cartas de leitores, em protesto contra a mistura entre política e astrologia.

Neste domingo, a ombudsman Vera Magalhães Martins defende a astróloga e também a Folha. Predições específicas e inusitadas são uma característica de Barbara Abramo, que, além de astróloga, é também formada em ciências sociais.

Barbara Abramo, por sua vez, disse ter ligações com o PT, mas afirma ter sido alvo de uma patrulha "fascista". "É uma reação totalmente louca, de patrulha meio fundamentalista, meio fascista" (leia mais aqui).


Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247