“Os assassinatos em Nice são resultado da provocação do Charlie Hebdo”, diz Latuff

Em entrevista à TV 247, o cartunista Carlos Latuff afirma que a violência em Nice é a consequência direta do discurso de ódio promovida pelo jornal francês contra os muçulmanos

247 / Reuters
247 / Reuters (Foto: 247 / Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O cartunista Carlos Latuff, um dos mais consagrados do Brasil, concedeu entrevista à TV 247, em que falou sobre os ataques terroristas ocorridos nesta quinta-feira em Nice, na França. Segundo ele, a violência é a consequência direta do discurso de ódio promovido contra o Islã pelo Charlie Hebdo. “Os assassinatos em Nice são resultado da provocação do Charlie Hebdo”, diz Latuff. “O que está em jogo não é a liberdade de expressão, mas o discurso de ódio. E quando há discurso de ódio, inocentes morrem”, afirma.

Latuff afirma que, na sua visão, todas as religiões são “o ópio do povo”, mas devem ser respeitadas. Ele também critica a postura do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, que tenta “surfar” no episódio. “Erdogan é um oportunista. É a pessoa mais perigosa do Oriente Médio”, afirma.

Na visão de Latuff, o episódio de Nice será usado pela extrema-direita francesa, para tentar chegar ao poder, ou pelo presidente Emmanuel Macron para reforçar a vigilância sobre a sociedade. Ele também afirma que “islamofobia e antissemitismo são discursos de ódio, que devem ser igualmente combatidos”.

Sobre a eleição nos Estados Unidos, ele disse torcer pela derrota de Donald Trump, mas afirma que ele é apenas um “bode na sala”, cuja derrota não significará o fim das políticas bélicas nem imperialistas.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247