Os coxinhas e o mundo luxuoso e milionário do Lulinha

Já que os coxinhas acreditam em tudo que leem e veem na imprensa de mercado, resolvi também informá-los sobre o patrimônio do filho do ex-presidente, o Lulinha



Os coxinhas, a classe media reacionária e preconceituosa, acreditam em tudo, principalmente no que é publicado e veiculado na imprensa de negócios privados, aquela que sonega impostos, aposta e participa de golpes de estado, que combate sistematicamente governantes trabalhistas, que ouve e apoia apenas um lado e que demite seus empregados, porque não têm competência para se estabelecer, a exemplo da Bradesco Esportes, da Band News, da Rádio Bandeirantes, do Estadão, de O Dia, da Folha de S. Paulo e da Editora Abril, que fechou quatro revistas e demitiu 150 jornalistas, muitos deles defensores do status quo, do establishment e que neste mês amargam o desemprego e a humilhação de ter de sair porta afora.

Já que os coxinhas acreditam em tudo que leem e veem na imprensa de mercado e não dão qualquer sinal de discernimento, sensatez e o mínimo de inteligência para ponderar sobre quaisquer coisas, acontecimentos e realidades, afinal eles se autodenominam "apolíticos" e "apartidários", resolvi também informar os coxinhas — veteranos e jovens — sobre o filho do ex-presidente trabalhista, Luiz Inácio Lula da Silva (Lula), conhecido como Lulinha.

Como se sabe, os boatos sobre o Lulinha infestam a internet desde que o mais importante e prestigiado político da América Latina e do Brasil, em termos mundiais, assumiu a Presidência da República em 2003. Contudo, eu, a exercer a profissão de jornalista profissional há cerca de 30 anos, nunca escrevi nada sobre o Lulinha e muito menos teci comentários sobre o cidadão em questão, sejam tais ilações negativas ou positivas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para cooperar com a blogosfera e bem informar os coxinhas ou qualquer pessoa que seja, resolvi publicar no Blog Palavra Livre, por intermédio de fotos, as posses, ou seja, o patrimônio pessoal do Lulinha, ao tempo em que me antecipo em minhas desculpas se eu tiver esquecido ou fui relapso ao denunciar algum outro patrimônio que, porventura, o filho do Lula tenha escondido para sonegar o fisco e eu fui condescendente ou não percebi.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja abaixo o patrimônio do Lulinha

O carro do filho do Lula:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O iate do filho do Lula:



A casa do filho do Lula:

 
O avião do filho do Lula:

O terno do filho do Lula:

 
A churrasqueira do filho do Lula:

A escarradeira do filho do Lula:

 

A bola de futebol do filho do Lula:



O hambúrguer do filho do Lula:



O palito de dentes do filho do Lula:

Enfim, a partir de agora o que estiver ao meu alcance sobre as excepcionais condições de vida do Lulinha, o filho do Lula, eu não mais vacilarei em denunciá-las ao público coxinha, reacionário em sua essência e preconceituoso por ideologia. Lulinha tem de ser combatido, pois se tornou um perigo para a imprensa comercial e privada (privada nos dois sentidos, tá?) e para a classe média brasileira "apolítica" e "apartidária", bem como para os seus ferozes filhos coxinhas, que, colonizados e portadores de um incomensurável complexo de vira-lata, sonham a vida inteira com a cidade de Orlando para abraçar o Mickey e fazer a vez do Pateta. É isso aí.

*Montagem das fotos de Jorge Stolfi

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email