Para a Folha, tucanos se tornaram fantasmas

"A derrocada de Aécio Neves, o malogrado espasmo das ambições presidenciais do prefeito João Doria e o vaivém do partido em questões como a reforma da Previdência foram determinantes, sem dúvida, para que os tucanos vagassem, como fantasmas, pela soturna catacumba onde se decompõem PMDB, PTB, PP e tantos outros", diz editorial da Folha

Senador Aécio Neves fala com jornalistas após reunião do PSDB em Brasília
Senador Aécio Neves fala com jornalistas após reunião do PSDB em Brasília (Foto: Leonardo Attuch)

247 – Em editoral publicado neste domingo, a Folha de S. Paulo avalia que o PSDB se dissolveu após o impeachment – que a Folha apoiou, mas que o 247 considera um golpe – contra a presidente Dilma Rousseff.

"No mundo partidário, o PSDB perdeu o capital político que poderia ter como fiador de luxo do cenário pós-impeachment", diz o texto.

"A derrocada de Aécio Neves, o malogrado espasmo das ambições presidenciais do prefeito João Doria e o vaivém do partido em questões como a reforma da Previdência foram determinantes, sem dúvida, para que os tucanos vagassem, como fantasmas, pela soturna catacumba onde se decompõem PMDB, PTB, PP e tantos outros."

Leia aqui a íntegra.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247