Para imprensa europeia, Bolsonaro é um 'câncer'

O jornalista Nelson de Sá publica nesta segunda-feira (26), artigo na Folha de S.Paulo destacando que jornais de França, Alemanha e outros países, publicaram capas com duras críticas ao atual ocupante do Palácio do Planalto

(Foto: Divulgação-PR)

247 - O jornalista Nelson de Sá publica nesta segunda-feira (26), artigo na Folha de S.Paulo destacando que jornais de França, Alemanha e outros países, publicaram capas com duras críticas ao atual ocupante do Palácio do Planalto.  O Brasil e Bolsonaro, embora não estivessem na França para a reunião de cúpula do G7, que termina nesta segunda-feira, ocuparam as primeiras páginas dos jornais europeus ao longo do fim de semana, informa o jornalista.   

A edição impressa do jornal Le Monde, um dos principais da França estampou a manchete:  “Amazônia: clamor mundial contra Bolsonaro”.  Em editorial no alto da capa, Le Monde defende que a Amazônia é "um bem comum universal” e questiona: “Quem é dono da Amazônia? Os nove países em cujos territórios a imensa floresta se estende? O Brasil, que tem 60%? Ou o planeta, cujo destino está vinculado à sua saúde?”. 

No Libération, Bolsonaro é chamado de "o incendiário”. Em título interno, , ele é "o câncer do pulmão verde”.   

Outros jornais franceses, como Le Figaro, Le Parisien e Ouest France também publicaram extensas matérias, com destaque criticando Bolsonaro.   

Ocorreu o mesmo na Alemanha, onde jornais como o Frankfurter Allgemeine Zeitung, o  Bild, Die Welt,  Süddeutsche Zeitung e Der Tagesspiegel, entre outros, deram destaque ao tema Amazônia e criticaram Bolsonaro.   

Também na Espanha, pelas capas de El País, El Mundo e do catalão La Vanguardia.  

Na Itália, o enunciado do La Reppublica foi “O mundo contra Bolsonaro”, enquanto no Vaticano o estatal L’Osservatore Romano trazia a manchete “A Amazônia que queima é uma emergência mundial”.  

Na Argentina, o jornal La Nación deu a manchete  “Crise na Amazônia cresce e ameaça acordo União Europeia-Mercosul”.  

Nos Estados Unidos, o Washington Post deu manchete já na edição de sexta: “Enquanto a Amazônia queima, Bolsonaro distribui pancadas” . O britânico The Guardian destacou no sábado: "O mundo exige ação do Brasil”.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247