Para jornalista, TSE faz investigação inócua sobre fraude digital nas eleições

A jornalista Patrícia Campos Mello afirma que o TSE faz uma investigação equivocada com relação aos disparos em em massa no Whatsapp. Ela diz: "TSE determina que WhatsApp informe se empresas fizeram disparos em massa na eleição - investigação pra inglês ver, reportagens mostraram que as agencias usavam chips registrados com CPF de terceiros. Tem que pedir ao WApp o IP das linhas banidas"

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -  A jornalista Patrícia Campos Mello afirma que o TSE faz uma investigação equivocada com relação aos disparos em em massa no Whatsapp. Ela diz: "TSE determina que WhatsApp informe se empresas fizeram disparos em massa na eleição - investigação pra inglês ver, reportagens mostraram que as agencias usavam chips registrados com CPF de terceiros. Tem que pedir ao WApp o IP das linhas banidas"

Veja o Twitter de Patrícia Campos Mello:

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247