Para Noblat, “papa Francisco pisou feio na bola”

"Duvido que Francisco concorde com a morte como meio de se responder a uma ofensa. Mas foi a impressão que deixou", opina o colunista, sobre a declaração feita ontem pelo pontífice, ao comentar os atentados em Paris, de que "temos a obrigação de falar abertamente, de ter esta liberdade [de expressão], mas sem ofender"

www.brasil247.com - "Duvido que Francisco concorde com a morte como meio de se responder a uma ofensa. Mas foi a impressão que deixou", opina o colunista, sobre a declaração feita ontem pelo pontífice, ao comentar os atentados em Paris, de que "temos a obrigação de falar abertamente, de ter esta liberdade [de expressão], mas sem ofender"
"Duvido que Francisco concorde com a morte como meio de se responder a uma ofensa. Mas foi a impressão que deixou", opina o colunista, sobre a declaração feita ontem pelo pontífice, ao comentar os atentados em Paris, de que "temos a obrigação de falar abertamente, de ter esta liberdade [de expressão], mas sem ofender" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – O papa Francisco "pisou feio na bola", na opinião de Ricardo Noblat. O colunista do Globo disse duvidar que "Francisco concorde com a morte como meio de se responder a uma ofensa. Mas foi a impressão que deixou".

Ele fala das declarações feitas ontem pelo pontífice ao comentar os atentados terroristas em Paris, o primeiro contra o jornal satírico Charli Hebdo. Segundo ele, "temos a obrigação de falar abertamente, de ter esta liberdade [de expressão], mas sem ofender" a religião, a fé dos outros.

"Respeito todas as religiões. Sou contra ofensas a qualquer uma delas. Mas reconheço como um dos direitos fundamentais do ser humano a livre expressão. Ele é superior a qualquer ofensa. Deve-se punir uma ofensa com o rigor da lei. Com a morte, jamais", escreve Noblat (leia a íntegra).

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email