Parlasul entra na luta pela liberdade de Lula

O Parlamento do Mercosul, a Paralasul, passa a defender oficialmente a libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde o último dia 7 na Superintendência da Polícia Federa de Curitiba; em companhia do prêmio Nobel da Paz, Adolfo Pérez Esquivel, os representantes do Mercosul desejaram "bom dia, Lula!" e preparam uma visita ao ex-presidente em maio que precederá a reunião da Comissão de Diretos Humanos do órgão 

parlasul
parlasul (Foto: Gustavo Conde)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Do ViomundoA partir de hoje o Parlamento do Mercosul entra na campanha pela libertação de Lula. Durante todo o dia, o Parlasul promove atividades de solidariedade ao povo brasileiro na luta pela liberdade de seu maior líder e por eleições livres com Lula candidato.

O dia começa com os representantes dos povos do Mercosul desejando “Buenos días, Lula!” em frente do Palácio do Mercosul, na Rambla Mahatma Gandhi.

Seguem-se debates, manifestações, discursos e coletiva dos membros da Comissão de Direitos Humanos do Parlasul anunciando que vão a Curitiba levar sua solidariedade e visitar Lula.

O panteão dos pais fundadores da Pátria Grande ganha um filho caçula, o retirante Pernambuco que virou metalúrgico, sindicalista, deputado constituinte e Presidente da República. Lula cresce e vira mito.


O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247