Paulo Coelho conta como foi violentamente torturado

O escritor Paulo Coelho escreveu um artigo para o jornal argentino Clarín, em que relata sua prisão e a tortura que recebeu durante a ditadura militar no Brasil. Ele conta que, no dia 28 de maio de 1974, homens invadiram sua casa e o levaram ao DOPS. O escritor disse que foi violentaente espancado e eletrocutado

(Foto: ANDREW MEDICHINI)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O escritor Paulo Coelho escreveu um artigo para o jornal argentino Clarín, em que relata sua prisão e a tortura que recebeu durante a ditadura militar no Brasil. Ele conta que, no dia 28 de maio de 1974, homens invadiram sua casa e o levaram ao DOPS. O escritor disse que foi violentaente espancado e eletrocutado. 

A reportagem da revista Fórum destaca mais trechos do relato de Paulo Coelho: "os homens o ameaçavam: “Terrorista merece morrer. Vai morrer devagar, mas vai sofrer muito antes disso”. Levantaram Coelho do chão e colocaram um capuz nele antes de colocá-lo dentro de um dos carros para uma viagem que durou, talvez, cerca de meia-hora."

Coelho segue o relato: "me pediram para delatar pessoas que eu nunca ouvi falar”, relatou Coelho. “Dizem que não quero cooperar. Eles derramaram água no chão e colocam algo nos meus pés, e eu consigo ver uma máquina de eletrochoque colocada nos meus órgãos genitais.”

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email