Pepe Escobar: Wall Street e coronavírus podem ser a tempestade que destruirá Trump

“Não serão os democratas, não vai ser o ‘Russiagate’, não vai ser o demente, literalmente, Joe Biden, não vai ser o Bernie, que está mais uma vez jogado para fora”, disse o jornalista à TV 247. Assista

(Foto: Brasil 247 | Reuters | Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Pepe Escobar, em entrevista à TV 247, analisou o caos econômico mundial causado pelo conflito econômico entre Arábia Saudita, Rússia e Estados Unidos por conta do petróleo e agravado pela disseminação cada vez maior do coronavírus. Ele afirmou que a pandemia e o “crash” mundial compõem a tempestade perfeita que poderá destruir o presidente norte-americano, Donald Trump.

“Essa correção de Wall Street que vai continuar indo e vindo pelos próximos meses, junto com o que pode advir do coronavírus se espalhando pelos Estados Unidos, é a tempestade perfeita para destruir completamente o Trump. Não serão os democratas, não vai ser o ‘Russiagate’, não vai ser o demente, literalmente, Joe Biden, não vai ser o Bernie, que está mais uma vez jogado para fora. Vai ser um misto de Wall Street despencando e coronavírus se expandindo. Sem dúvida”, disse.

China, EUA e o coronavírus

Pepe Escobar estabeleceu uma comparação entre a reação ao coronavírus pelos Estados Unidos e pela China, epicentro da pandemia. Donald Trump vem vetando viagens da Europa com destino ao seu país, mas disse até não ter preocupação com a doença.

Xi Jinping, presidente chinês, visitou na última semana o principal hospital de Wuhan, cidade onde o surto surgiu. Para Pepe, as fotos de Xi em visita ao local onde a pandemia teve seu início teve um significado muito forte, o de que a China está vencendo a luta contra o vírus.

“É aí que a gente vai começar a fazer a conexão de tudo isso que aconteceu, Arábia Saudita, Rússia, Wall Street, com a resposta do Trump ao coronavírus comparada com a resposta chinesa, desde o começo de janeiro. A foto do dia foi Xi Jinping de máscara no frontline da guerra em Wuhan, ele foi no principal hospital. Uma das maneiras fundamentais de você ler essa foto é o Xi Jinping proclamando para o planeta inteiro: ‘nós estamos ganhando essa guerra, e sozinhos, sem a ajuda de ninguém’. É uma coisa absolutamente extraordinária, seja o que qualquer um de nós pense sobre o sistema piramidal, verticalizado do Partido Comunista Chinês. Você examina a amplitude da resposta, a eficácia da resposta, como eles aprenderam com a resposta e como eles conseguiram achar as melhores soluções para tentar pelo menos cortar a expansão desse vírus, é absolutamente extraordinária”.

Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista na íntegra:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247