Pesquisa comprova: com 13 horas no JN, Globo perseguiu Lula

Estudo científico sobre a cobertura da imprensa brasileira, que comprova tecnicamente o massacre midiático contra o ex-presidente, foi apresentado pela defesa ao juiz Sérgio Moro e à Comissão Internacional de Direitos Humanos da ONU; dados referentes ao Jornal Nacional da Rede Globo mostram que, entre o final de dezembro de 2015 e agosto de 2016, foram ao ar praticamente 13 horas de notícias negativas sobre o ex-presidente; "Pesquisa entregue para ONU prova perseguição de Globo contra Lula", postou o ex-presidente no Twitter

Estudo científico sobre a cobertura da imprensa brasileira, que comprova tecnicamente o massacre midiático contra o ex-presidente, foi apresentado pela defesa ao juiz Sérgio Moro e à Comissão Internacional de Direitos Humanos da ONU; dados referentes ao Jornal Nacional da Rede Globo mostram que, entre o final de dezembro de 2015 e agosto de 2016, foram ao ar praticamente 13 horas de notícias negativas sobre o ex-presidente; "Pesquisa entregue para ONU prova perseguição de Globo contra Lula", postou o ex-presidente no Twitter
Estudo científico sobre a cobertura da imprensa brasileira, que comprova tecnicamente o massacre midiático contra o ex-presidente, foi apresentado pela defesa ao juiz Sérgio Moro e à Comissão Internacional de Direitos Humanos da ONU; dados referentes ao Jornal Nacional da Rede Globo mostram que, entre o final de dezembro de 2015 e agosto de 2016, foram ao ar praticamente 13 horas de notícias negativas sobre o ex-presidente; "Pesquisa entregue para ONU prova perseguição de Globo contra Lula", postou o ex-presidente no Twitter (Foto: Gisele Federicce)

247 - A defesa do ex-presidente Lula apresentou nesta quarta-feira 16 ao juiz Sérgio Moro e à Comissão Internacional de Direitos Humanos da ONU um estudo do cientista político, sociólogo e mestre em Filosofia João Feres Júnior que comprova a perseguição da mídia a Lula.

O estudo científico sobre a cobertura da imprensa brasileira comprova tecnicamente o massacre midiático contra o ex-presidente. Dados referentes ao Jornal Nacional da Rede Globo mostram que, entre o final de dezembro de 2015 e agosto de 2016, foram ao ar praticamente 13 horas de notícias negativas sobre o ex-presidente.

"Pesquisa entregue para ONU prova perseguição de Globo contra Lula", postou o ex-presidente no Twitter nesta quarta. Confira abaixo os dados completos do estudo, divulgados no site do ex-presidente Lula:


Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública

Universidade Federal do Rio de Janeiro

 

(Extrato de document pericial anexo à defesa do ex-presidente Lula em ação na 10a. Vara da Justiça Federal do Paraná)

 

Cobertura do Jornal Nacional sobre o ex-presidente Lula

(Dezembro de 2015 a Agosto de 2016)

 

Este relatório apresenta uma análise detalhada da cobertura jornalística dedicada ao ex-presidente Lula no Jornal Nacional da TV Globo, entre dezembro de 2015 e agosto de 2016. O detalhamento identifica vários aspectos relacionados à cobertura do ex-presidente, tais como a valência ou sentimento de cada texto ou peça jornalística (favorável, contrário ou neutro), temas associados a ele nas notícias, menção a escândalos, presença de ilação, fontes declaradas de informação, etc.

 

Frequência das matérias e viés (contrario a Lula, favorável ou neutro)

 

 

dez/15

jan/16

fev/16

mar/16

abr/16

mai/16

jun/16

jul/16

ago/16

TOTAL

Contrária

6

14

23

85

15

18

13

6

5

185

Neutra

6

1

4

31

15

11

1

1

1

71

Favorável

0

0

0

1

0

0

0

0

0

0

TOTAL

12

15

27

116

30

29

14

7

6

256

Fonte: LEMEP

 

Fonte: LEMEP

O JN divulgou 2,6 matérias contrárias a Lula para cada materia neutra .

 

Fonte: LEMEP

46.359 segundos de matérias com viés contrário = 12 horas 52 minutos. É o equivalente à transmissão de 7 partidas de futebol, ou um mês de novela.

14.639 segundos de matérias com viés neutro = 4 horas (menos de um terço do tempo das matérias negativas).

0 segundo de matérias com viés positivo.

Quando computado o tempo das matérias o viés sobe para 3,2 segundos de matérias contrárias para 1 segundo de matérias neutras, o que leva a concluir que as matérias contrárias são em média mais longas que as neutras.

 

 

 

 

Tempos das matérias (em segundos) x valências

 

Menos de 200

De 200 a 400

De 400 a 600

De 600 a 800

De 800 a 1000

De 1000 a 1200

1200 e mais

TOTAL

Contrária

85

73

18

2

4

2

1

185

Neutra

46

15

6

3

1

0

0

71

Favorável

1

0

0

0

0

0

0

1

TOTAL

132

88

24

5

5

2

1

257

Fonte: LEMEP

Na tabela acima confirmamos a dedução anterior, ao observar a proporção de contrárias e negativas aumentar à medida que as matérias vão ficando mais longas. Há 3 matérias com mais de mil segundos, ou seja, mais de 17 minutos, sendo que uma delas tem mais de 20 minutos – verdadeiros documentários, todas contrárias a Lula.

Existe Acusação contra Lula na matéria?

 

Freq.

%

Sim

124

48%

Não

133

52%

TOTAL OBS.

257

100%

Fonte: LEMEP

Lula é acusado em praticamente a metade das matérias do jornal televisivo, quase sempre por pessoas entrevistadas pela reportagem.

Tipos de acusação

 

Freq.

%

Não resposta

133

52%

Corrupto

91

35%

Outro

31

12%

Mentiroso

3

1%

Ladrão

3

1%

Populista

0

0%

Ignorante

0

0%

Preguiçoso

0

0%

Incompetente

0

0%

Ultrapassado

0

0%

TOTAL OBS.

257

 

Fonte: LEMEP

 Corrupto é a imprecação mais frequente.

 

 

Quais os Temas das matérias

 

Freq.

%

Petrolão

84

33%

Impeachment

46

18%

Outro

45

18%

Grampo

41

16%

Corrupção Governo Lula

40

16%

Sítio Atibaia

39

15%

Triplex

38

15%

Ministério para ter foro privilegiado

33

13%

Obstrução de justiça (Lava Jato)

27

11%

Condução coercitiva

17

7%

Governo Temer

12

5%

Mensalão

7

3%

Má condução da economia

6

2%

Filhos enriqueceram

5

2%

Desrespeito a instituições

4

2%

Tráfico de influência (empresas brasileiras no exterior)

3

1%

Presentes enquanto presidente

3

1%

Má escolha da sucessora

0

0%

Populismo

0

0%

Política externa ruim (bolivariano)

0

0%

TOTAL OBS.

257

 

Fonte: LEMEP

Destaque deve ser feito aqui ao tema grampo, que aparece em terceiro lugar no ranking de temas. Isto se deve ao fato de Sergio Moro ter vazado os grampos ilegais de conversas entre Lula e Dilma para o Jornal Nacional, que transformou o assunto em prioridade na sua cobertura. O tema aparece mais em março, quando é objeto de 27 matérias, uma média de quase uma por dia.

Há presença de ilação nas matérias?

 

Freq.

%

Sim

79

31%

Não

178

69%

TOTAL OBS.

257

100%

Fonte: LEMEP

Há algum tipo de presunção na notícia?

 

Freq.

%

Ausente

179

70%

Presunção de culpa

76

30%

Presunção de inocência

2

1%

TOTAL OBS.

257

100%

Fonte: LEMEP

Fontes de informação

 

Freq.

%

Outros

110

43%

MPF

82

32%

Não explicitada

45

18%

PF

37

14%

Imprensa

36

14%

Judiciário

36

14%

Investigados

6

2%

Fonte protegida

1

0%

TOTAL OBS.

257

 

Fonte: LEMEP

O contraditório está presente na notícia?

 

Freq.

%

Sim

138

54%

Não

119

46%

TOTAL OBS.

257

100%

Fonte: LEMEP

As matérias utilizam vazamentos?

 

Freq.

%

Não resposta

1

0%

Sim

91

35%

Não

165

64%

TOTAL OBS.

257

100%

Fonte: LEMEP

O JN anuncia claramente a origem de suas informações em vazamentos – prática um pouco temerária uma vez que a maior parte deles é ilegal.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247