PF identifica ligação entre os 39 quilos de cocaína encontrados no avião de Bolsonaro e oficial de alta patente

A Polícia Federal encontrou fortes indícios de que o sargento Manoel Rodrigues, preso com 39 quilos de cocaína ao desembarcar de um avião presidencial na Espanha, fazia o serviço de mula para outro militar, um oficial de alta patente

(Foto: Divulgação/Guarda Civil da Espanha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Federal encontrou fortes indícios de que o sargento Manoel Rodrigues, preso com 39 quilos de cocaína ao desembarcar de um avião presidencial na Espanha, fazia o serviço de mula para outro militar, um oficial de alta patente.

A reportagem do jornal O Globo destaca que Rodrigues também "tem ligações com um conhecido traficante que atua nas cidades-satélites de Brasília.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247