Piada de mau gosto leva Rafinha Bastos à delegacia

Humorista do CQC intimado a depor em caso de incitao e apologia ao estupro. Pena pode chegar a um ano de priso

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O humorista Rafinha Bastos, do CQC, foi intimado a depor no 14º Distrito Policial de São Paulo, em Pinheiros, no dia 5 de agosto. Uma piada de mau gosto levou a promotora de Justiça Valéria Diez Scarance Fernandes, coordenadora do Núcleo de Combate à Violência Doméstica e Familiar da Capital, a pedir ao delegado diretor do Departamento de Polícia Judiciária de Capital (DECAP), Carlos José Paschoal de Toledo, a abertura de inquérito policial contra ele.

Em entrevista à revista "Rolling Stone Brasil" de maio, o humorista declarou: “Toda mulher que eu vejo na rua reclamando que foi estuprada é feia... Tá reclamando do quê? Deveria dar graças a Deus. Isso pra você não foi um crime, e sim uma oportunidade. Homem que fez isso não merece cadeia, merece um abraço”. Se julgado crime de incitação e apologia ao estupro, ele pode ser preso entre seis meses e um ano. Na próxima quarta-feira, o responsável pela publicação também deverá se explicar ao delegado doutor Manoel Adamuz Neto.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email