Quando um deputado não tem nada melhor a fazer...

... até uma propaganda inofensiva de guaraná vira exemplo de “bullying”; no Congresso, o deputado Marcos Rogério (PDT/RO) apresentou um requerimento contra o comercial “pegadinha”, com o astro Neymar, alegando que a propaganda estimula trotes a estrangeiros na Copa; mais: ele quer promover uma audiência pública sobre o tema; assista

... até uma propaganda inofensiva de guaraná vira exemplo de “bullying”; no Congresso, o deputado Marcos Rogério (PDT/RO) apresentou um requerimento contra o comercial “pegadinha”, com o astro Neymar, alegando que a propaganda estimula trotes a estrangeiros na Copa; mais: ele quer promover uma audiência pública sobre o tema; assista
... até uma propaganda inofensiva de guaraná vira exemplo de “bullying”; no Congresso, o deputado Marcos Rogério (PDT/RO) apresentou um requerimento contra o comercial “pegadinha”, com o astro Neymar, alegando que a propaganda estimula trotes a estrangeiros na Copa; mais: ele quer promover uma audiência pública sobre o tema; assista (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Espaço nobre do parlamento brasileiro, a Comissão de Direitos Humanos delibera sobre diversos temas importantes: o preconceito racial, a violência contra homossexuais e a desigualdade social. O que não se imaginava é que até propaganda de guaraná pudesse virar tema de debates na comissão.

Isso aconteceu por obra do deputado Marcos Rogério (PDT-RO), que aprovou um requerimento recomendando ao Conselho de Autorregulamentação Publicitária a retirada do comercial “pegadinha”, do guaraná Antarctica, com o astro Neymar. O motivo: segundo o deputado, a propaganda estimula o trote contra estrangeiros na Copa.

A propaganda em si nada tem de ofensiva. Apenas aborda com humor a maneira como Neymar ensinaria seus amigos estrangeiros a pedir um guaraná Antarctica durante a Copa. Assista abaixo:

 

Testada nas redes sociais, a propaganda teve boa aceitação e não motivou qualquer reclamação dos internautas. Mas, na era do “politicamente correto”, o deputado Marcos  Rogério conseguiu até aprovar a realização de uma audiência pública para discutir o tema. Detalhe: o comercial já saiu do ar.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email