‘Que nojo!’, diz Fernando Barros e Silva sobre Pazuello, depois de emendar: ‘gente assassina’

O jornalista Fernando Barros e Silva relatou chocado em seu Twitter a inépcia grotesca dos militares associados ao governo Bolsonaro. Ele disse: “vendo agora no JN as trapalhadas e o despreparo completo desse ministro da Saúde. Que nojo”

Fernando Barros e Silva e General Pazuello
Fernando Barros e Silva e General Pazuello (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Fernando Barros e Silva, colunista da revista Piauí, disse em seu Twitter que os militares que participam do governo Bolsonaro esculhambaram de vez as Forças Armadas. Ele afirmou: “os militares deste governo esculhambaram de vez as Forças Armadas. São sócios, cúmplices, patrocinadores e agentes do morticínio. Gente obscurantista. Sádica. Gente assassina.”

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247