Reinaldo: STF mandou prender Lula para em seguida soltá-lo

Jornalista Reinaldo Azevedo questiona em seu blog no Uol "que ministros são esses que, na prática, mandam prender um ex-presidente da República sabendo que há pendentes no tribunal que eles integram dois recursos cuja votação, assim que efetivada, vai libertar o dito-cujo, que recorrerá, então, em liberdade à terceira instância. Que pessoas são essas, num ambiente político radicalizado, que já não é mais estranho nem a tiros, capazes de produzir dois eventos dessa magnitude, a saber: a possível prisão e a libertação, que certamente virá em seguida? A questão é só de tempo"

Jornalista Reinaldo Azevedo questiona em seu blog no Uol "que ministros são esses que, na prática, mandam prender um ex-presidente da República sabendo que há pendentes no tribunal que eles integram dois recursos cuja votação, assim que efetivada, vai libertar o dito-cujo, que recorrerá, então, em liberdade à terceira instância. Que pessoas são essas, num ambiente político radicalizado, que já não é mais estranho nem a tiros, capazes de produzir dois eventos dessa magnitude, a saber: a possível prisão e a libertação, que certamente virá em seguida? A questão é só de tempo"
Jornalista Reinaldo Azevedo questiona em seu blog no Uol "que ministros são esses que, na prática, mandam prender um ex-presidente da República sabendo que há pendentes no tribunal que eles integram dois recursos cuja votação, assim que efetivada, vai libertar o dito-cujo, que recorrerá, então, em liberdade à terceira instância. Que pessoas são essas, num ambiente político radicalizado, que já não é mais estranho nem a tiros, capazes de produzir dois eventos dessa magnitude, a saber: a possível prisão e a libertação, que certamente virá em seguida? A questão é só de tempo" (Foto: Leonardo Lucena)

247 - Jornalista Reinaldo Azevedo questiona em seu blog no Uol "que ministros são esses que, na prática, mandam prender um ex-presidente da República sabendo que há pendentes no tribunal que eles integram dois recursos cuja votação, assim que efetivada, vai libertar o dito-cujo, que recorrerá, então, em liberdade à terceira instância. Que pessoas são essas, num ambiente político radicalizado, que já não é mais estranho nem a tiros, capazes de produzir dois eventos dessa magnitude, a saber: a possível prisão e a libertação, que certamente virá em seguida? A questão é só de tempo".

"Repondo: cinco desses seis ministros foram indicados pelo PT, a saber: Edson Fachin, Roberto Barroso, Luiz Fux, Rosa Weber e Cármen Lúcia. O único que não é cria dos companheiros é Alexandre de Moraes. Como se nota, não se está diante de uma conspiração urdida por antipetistas. As coisas ficam ainda interessantes quando nos lembramos das razões que levaram ao tribunal alguns desses valentes", continua.

O jornalista diz que as "Ações Declaratórias de Constitucionalidade, que aguardam votação, terão de ser votadas". "Se acontecer antes da expedição, por Sérgio Moro, da ordem de prisão de Lula, alguma turbulência haverá porque se vai frustrar a expectativa de muita gente. Se acontecer depois, teremos já na reta das eleições, dois eventos inéditos: um ex-presidente da República entrará na cadeia e dela sairá. Lembrando sempre que, segundo as pesquisas, se disputasse o pleito, Lula venceria hoje todos os seus adversários com facilidade".

Leia a íntegra

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247